Pesquisar

Carregando...

21 de fevereiro de 2010

PORQUE? - Brasil, só depende de nos.

PORQUE?


Estátua da Liberdade - USA
Muitas vezes vemos através de filmes e reportagens sobre a vida do povo norte-americano. País descoberto apenas alguns anos antes do Brasil porem com uma colonização no qual os ingleses conseguiram transformar em uma grande e prospera nação. Como em tão pouco tempo seu povo conseguiu transformá-la numa nação rica e prospera levando-a a maior potencia do planeta.
Como é humilhante ver as oportunidades oferecidas pelo país á sua população na saúde, no trabalho, nas artes, na musica, na tecnologia, na vida em si, é de causar a qualquer cidadão normal admiração e inveja, muita inveja.
Seu patriotismo, seu amor pelo país não é difícil de se ver, em qualquer evento, em qualquer lugar do país, por menor que seja a cidade, por mais simples que seja o momento estará sempre hasteada a bandeira do país, as faixas brancas, vermelhas e azuis, espalhadas por todos os locais, por todas as portas, mostrando realmente o amor de um povo por sua pátria.
Para prosperidade nada há de impedir, nem tornados, furacões, terremotos, guerras, basta apenas um pouco de amor pela pátria. O que faz uma grande nação não são seus governantes e sim seu povo. Bastaria apenas aos brasileiros um pouco menos de individualismo, um pouco menos de egoísmo e o mínimo de inteligência para mudar nossa nação. Primeiramente seria provar aos políticos que até então nada fizeram pelo país, que não dependemos deles para tal mudança. Exigir e cumprir seus direitos e deveres como cidadãos.
Mudar, simplesmente mudar. Cobrar das autoridades tudo aquilo de direito, mudar as leis. Poucos sabem mas, pela nossa constituição, nos o povo, podemos criar e mudar as leis bastando apenas uma simples assinatura que a mudança se faz, independendo da aprovação ou não dos nossos políticos.
Há de vir o dia em que o brasileiro ira trocar o vermelho de suas veias, pelo verde e amarelo de nossa pátria.

Achiles Holanda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blogue respeita todos os seus leitores... mas você é especial!
Obrigado pelo comentário!"